Currículo Pós-feito

Os componentes curriculares contemplam atividades acadêmicas didático-pedagógicos, de pesquisa, de tradução, gerenciamento de projetos, artísticos, lingüísticos, de comunicação (oratória-leitura) e interpretação, de gestão territorial, e de análise crítico-social.
O currículo do curso é organizado através das problemáticas (pesquisas educacionais), que sao definidas na primeira etapa, nas turmas Baniwa, Tukano e Nheengatu de acordo com o interesse coletivo do estudante e da sua comunidade, que estruturam a abordagem dos componentes curriculares de natureza científico-cultural, assim como situam as diferentes atividades acadêmicas: Práticas Investigativas, Prática Profissional (Estágio supervisionado), e Projetos Especiais.
Cada turma, definida a partir da territorialidade linguística, tem problemáticas diferentes porque seus problemas, desafios e perspectivas não são os mesmos, pois trata-se povos diferentes. Deste modo, teremos 03 currículos diferentes, 01 por turma, embora o curso seja o mesmo. As problemáticas são abertas no final de cada  período e planejadas para o seguinte por meio do mapa conceitual e do plano de trabalho, dos quais se projetam as práticas investigativas.

1) Pesquisa – o currículo estrutura-se como uma sequência em média de 08 pesquisas, cujas problemáticas são determinadas pelos alunos (alternando-se trabalhos individuais e coletivos). Cada pesquisa é discutida com o corpo docente, apresentada aos colegas em diversos momentos da sua elaboração, e finalmente apresentada formalmente num seminário final. Ao final do curso a carga horária total materializa-se em um conjunto de pesquisas que formam o Portfólio do aluno, e que mostra os aprendizados realizados durante o curso nas várias habilidades necessárias para a obtenção do título de graduado-licenciado em Educação Indígena, desde os conhecimentos lingüísticos e expressivos até os conhecimentos técnicos e matemáticos, perfazendo um total de 1290 horas.


2) Práticas Investigativas – componente integrante das pesquisas, apresentam o conteúdo com carga horária teórica e prática de natureza científico-cultural. Fornecem subsídios teóricos e metodologias, bem como conhecimentos e informações pontuais que permitem melhor compreensão dos objetos de pesquisa ora em discussão perfazendo um total de 1.440 h, de acordo com as necessidades e ficam sob a responsabilidade de professores selecionados pela sua capacidade naquele objeto em particular.


3) Prática Profissional (Estágio Supervisionado) – terá como norte a reflexão das experiências nas escolas indígenas, além da observação e análise de experiências em escolas não indígenas, no ensino fundamental e médio, visando um confronto e interação entre distintos projetos pedagógicos e a produção de novas pedagogias e metodologias de ensino de acordo com a realidade sociocultural e territorial da região com carga horária de 420 h.
Não ocorre apenas no sistema escolar, mas também nas comunidades, por exemplo, em que os professores com conhecimentos lingüísticos limitados da sua língua comunitária possam viver um semestre ou dois em comunidades onde aquela língua é vivamente praticada.


4) Projetos Especiais - permitem articular conhecimentos a partir de oportunidades que surgem no decorrer do curso, de ensino/pesquisa e extensão, com a participação de estudantes indígenas, docentes, lideranças e comunidades indígenas e não-indígenas tendo como objetivo a valorização e preservação da cultura e do patrimônio indígena e sobretudo atividades de intercâmbio, visitas culturais, ciclos de estudo, participação em eventos ocorridos na cidade ou em outras localidades, bem como atividades docentes assumidas em outros cursos; projetos de produção de material literário e audiovisual como CDs, vídeos, livros, materiais pedagógicos alternativos etc., oficinas, cursos, reuniões promovidos ou realizados pelos discentes do curso com apoio de professores da UFAM ou de outras instituições parceiras.


Tem como objetivo por em práticas as metodologias e desenvolver atividades necessárias a produção do conhecimento e consequentemente alcançar as metas estabelecidas pelas pesquisas e pelo curso. A carga horária total de 400 h realizadas nas etapas intermediárias.

 

Busca

Data

Quarta, 21 Novembro 2018
Share to Facebook Share to Twitter Share to Linkedin Share to Google